Estudo revela que música de Adele causa “orgasmo de pele”

Ouvir uma música que gostamos traz um prazer enorme e disso todo mundo sabe, mas agora o artigo “Emoções, Calafrios, Frissons e Orgasmos de Pele: em Direção a um Modelo Integrador de Experiências Transcendentais Psicofisiológicas na Música”, publicado pela psicóloga Psyche Loui e seu aluno Luke Harrison, da universidade americana de Wesleyan, no estado de Connecticut explica esse fenômeno de uma maneira surpreendente.

Psyche afirma que ouvir determinadas músicas pode deixar o ouvinte suando, tremendo ou até proporcionar prazer sexual, a sensação responsável pelo termo “orgasmo de pele”.

Baseado neste artigo, o jornalista David Robson criou uma matéria para o site da BBC onde analisou essas sensações. O inglês desenvolveu um mapa de variações sonoras que determinariam o fenômeno: “Mudanças bruscas na harmonia, saltos dinâmicos, apojaturas melódicas parecem ser particularmente poderosas”, escreveu o repórter.  

Segundo David, canções como “Someone like You”, da britânica Adele, têm o poder causar “orgasmo de pele”. Ele também cita “My Heart Will Go On”, da canadense Céline Dion, escrita para a trilha sonora do filme “Titanic”, o hit “Wonderwall”, do Oasis, e a versão gravada por Rufus Wainwright de “Hallelujah”, originalmente interpretada por Leonard Cohen.

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES