Cumprindo a promessa, Ronda deixa cinturão no Brasil

Antes de nocautear a brasileira Bethe Pitbull, Ronda Rousey fez uma promessa: A de que deixaria o cinturão no Brasil, em um lugar bem especial no Rio de Janeiro se vencesse a luta. E a gente lembra bem que ela precisou de apenas 34 segundos para isso, e muito menos para tomar conta das redes sociais.

A questão, é que Ronda mostrou que é uma mulher de palavra, e nesta terça-feira (4), a campeã do peso-galo foi levar o cinturão até o Instituto Reação, organização não governamental criada pelo ex-judoca Flávio Canto, localizada na Rocinha.

O próprio Flávio disse que era uma loucura deixar algo tão importante na carreira de Ronda em sua ONG, mas a americana afirmou que esse foi um “pequeno gesto”, e que se possível, gostaria de fazer mais para retribuir todo o carinho que recebeu:

“Queria retribuir ao instituto pelas vezes que vim aqui. Eles tocaram muito o meu coração, e essa foi a forma que encontrei de retribuir. É um gesto pequeno porque eu queria fazer muito mais. A recepção que eu tive… Acho que eu nunca vou conseguir retribuir. As crianças me inspiram muito, porque elas trabalham duro. Por isso que achei certo que o cinturão que eu ganhei no Brasil ficasse no Brasil. Acho que ele tem um destino melhor aqui do que juntando poeira na minha casa. Aqui, ele vai ser algo para as crianças olharem e se inspirarem”.

Agora alguém explica: Como não amar essa mulher, minha gente?

ronda

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES