10 motivos para dar uma segunda chance ao Justin Bieber

Justin Bieber quer nossa segunda chance e, cabe ao público decidir se vai dá-la ou não. Nos últimos anos, ele partiu para cima de paparazzi, esnobou fãs, foi arrogante em entrevistas, foi preso por praticar um racha, teve problemas com drogas, vizinhos, namoro, e tudo mais que é possível. Puts! Será que ele merece mesmo?

1) Justin Bieber é gostoso

As fotos para a Calvin Klein podem ter gerado acusações de uso de Photoshop, mas e essas fotos do dia-a-dia?

justin-bieber-gostoso

2) Ele escreve as próprias músicas

Justin Bieber não é apenas um intérprete ou o rosto à frente de um produto comercial. Desde “Baby”, ele assina suas próprias composições e isso tem um enorme mérito. Para se ter noção, ele está há mais de um ano compondo para o próximo disco. Dedicado.

ju

3) Justin Bieber constrói escolas

A mesma mão que faz forninhos caírem levanta colégios em áreas carentes. Em 2013, Justin passou com sua turnê pela Guatemala e foi voluntário na construção de uma escola, junto com a organização Pencils of Promise. Sobre a experiência, ele disse: “Abriu meus olhos, porque todos os problemas que eu tenho não são nada. Essas crianças não tem absolutamente nada – não tem comida, não tem educação – e nós nos estressamos com coisas tão pequenas”.

max

4) Ele é gostoso

Ah, isso já foi dito? Desculpa, então. Isso não vai se repetir.

biber

5) Ele tem bom humor e tira sarro de si mesmo

Prova disso foi sua participação no “Comedy Central Roast” – um programa inteirinho dedicado a tirar sarro de sua cara. Foi o próprio cantor que pediu para ser alvo da atração, que não perdoa nada. Rir de si mesmo é uma boa forma de encarar a vida.

 bb

6) Justin Bieber não fala mal dos outros

Diariamente, muitos artistas dão opinião sobre a carreira e a vida do Justin Bieber na mídia ou nas redes sociais. Seth Rogen já o chamou de “saco de bosta”, Drake Bell fez inúmeras ofensas virtuais… e Justin nunca as responde. O cantor respeita até quem não se dá o respeito. Boa postura.

i

7) Reconhece a importância dos grandes astros

Há quem chegue agora e queira sentar na janela, mas Justin Bieber não é assim. Ao longo de todos os anos de sua carreira, ele sempre citou Michael Jackson como referência. Fã confesso do Rei do Pop, ele nunca disse que queria ser maior do que Michael, mas tão grande quanto. No documentário “Bad 25”, ele mostra como várias decisões de sua carreira foram tomadas à luz do que Michael já fez.

66

8) Ajuda os amigos

Justin Bieber usa a própria visibilidade para ajudar os coleguinhas. Foi assim com Ariana Grande, que abriu os shows de sua turnê antes de estourar mundialmente. E, mais recentemente, ele tem colaborado com Cody Simpson, Austin Mahone e Madison Beer, apoiando as carreiras de quem – aos olhos de outros – poderiam ser concorrentes. Generoso!

Justin Beiber  And Austin Mahone Visit The Elvis Duran Z100 Morning Show

9) Apresentou “Call Me Maybe” ao mundo

O single da Carly Rae Jepsen tocava apenas no Canadá até que Justin Bieber gravou um vídeo com amigos mostrando a música para os fãs do mundo inteiro. Ele ainda levou a cantora pela mão ao programa da Ellen DeGeneres e pronto: ela conseguiu emplacar um nº1 na Billboard, gravar CD, fazer turnê… De nada, Carly.

10) Visita pacientes em hospitais

Justin Bieber não apenas visita fãs doentes em leitos de hospitais, como vira amigos deles e os acompanha por anos. Muitos pacientes são convidados para verem seus shows de graça, conhecê-lo no camarim, e trocar uma ideia. O cantor tem como lega “give back”, que é devolver aos outros tudo que os fãs lhe proporcionam.

hospital-justin (1)

 

 

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES