Marvel cria Moon Girl, super-heroína negra e adolescente

O mundo dos quadrinhos está cada vez mais se tornando um meio bigênero, e as empresas responsáveis fazem o possível para se adaptar a isso. Eis que a Marvel inova com a introdução de Lunella Lafayette, uma pré-adolescente negra, nerd, e meio alienígena, que sonha ser uma grande estudiosa. Ela se sente deslocada no mundo comum, mas conta sempre com a ajuda de seu melhor amigo, o Dinossauro Demoníaco. A revista se chamará “Moon Girl and Devil Dinosaur”, e será uma das principais apostas da empresa. O objetivo dela é chamar mais a atenção do público feminino, e desfazer o tabu criado em volta do mito de que quadrinhos é algo exclusivamente masculino.

Moon Girl

Capa da revista de MoonGirl. Crédito: Reprodução.

O que antes era um meio completamente masculinizado, hoje muda de figura. A apresentação das personagens femininas costuma ser feita majoritariamente de forma sexualizada: as garotas são apresentadas em roupas coladas, decotes, saias curtas e saltos altos. E, vamos combinar, é quase impossível lutar de cabelos soltos, sem roupa protetora e em cima de um salto agulha. As leitoras, incomodadas, começaram a protestar contra o sexismo exagerado presente nessas publicações.

A publicação quer mostrar às garotas que elas podem ser incríveis mesmo não seguindo um padrão pré-definido de beleza. Serve, também, com o mesmo propósito das revistas masculinas: o de confortar os jovens que se sentem deslocados, mostrando personagens com as características compatíveis ao público-alvo, e mostrando que eles podem ser mais do que apenas a aparência. O personagem desse  meio com mais destaque é o Homem-Aranha, que convive também como Peter Parker, um garoto nerd, tímido e recluso, que sofre bullying na escola e mora com a sua tia.

Confira abaixo algumas artes relacionadas à garota:

 

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES