Vítimas contam como foram contaminadas, de propósito, pelo vírus da Aids

Existe um grupo que age de forma criminosa contaminando as pessoas de propósito com o vírus da Aids, são chamados de “carimbadores”.

 Uma das vítimas é vendedor de 32 anos. Ele descobriu que era portador do HIV há quatro meses.

“Toda hora ia no médico, toda hora sentindo muito cansaço. Cheguei a perder em dois meses coisa de 13 a 14, 15 quilos”, conta o vendedor.

Ele diz que frequentava uma sauna no centro de São Paulo e lá encontrou um homem, que não falou que tinha a doença. Eles não usaram camisinha.

“Eu fui carimbado contra a minha vontade. Não mudou só a minha vida. Mudou a vida de todo mundo que está a minha volta. Você acha que, de repente, encontrou uma pessoa bacana. Na verdade, essa pessoa está ali só pra te prejudicar”, diz o vendedor.

O Ministério Público está investigando e já conseguiu identificar um dos carimbadores e nos próximos dias deve chamá-lo para prestar depoimento. Eles podem responder pelos crimes de lesão corporal grave e participar de organização criminosa.

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES