Taylor Swift é processada por ex-radialista demitido após acusação de assédio

Um ex-apresentador de rádio da cidade de Denver, nos Estados Unidos, entrou com uma ação contra Taylor Swift, alegando que ele foi demitido depois de ser acusado de tocar inapropriadamente na bunda da cantora há dois anos.

taylorsw

O The Denver Post relata que David Muller processou a cantora sobre um incidente ocorrido em 2 de junho de 2013. Na ocasião, o ex-radialista e a namorada conheceram Taylor Swift durante um show e tiraram uma foto com ela. Após o clique, um dos seguranças da cantora abordou o casal e disse que Muller supostamente agarrou a bunda dela durante a foto, e expulsou os dois do show. Dois dias depois, o ex-radialista foi demitido do seu emprego e o motivo teria sido o suposto assédio.

Muller conta no processo que nunca tocou Taylor Swift de maneira inapropriada, e que durante a sua carreira conheceu pessoalmente dezenas de artistas e que nenhuma vez passou por uma situação parecida como essa. Ele ainda alega que perdeu o emprego e outras oportunidades futuras injustamente por causa das falsas acusações.

De acordo com informações da Entertainment Weekly, o agente de Taylor Swift declarou que o empregador de David Mueller recebeu algumas provas após o incidente e fez a sua própria decisão sobre o emprego do ex-radialista.

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES