Polêmica na Parada Gay: Protesto contra homofobia tem transexual crucificado

A Parada Gay que aconteceu neste domingo (7) na capital paulista, também teve seu quê de polêmica, e imagem de protesto de um transexual na cruz virou alvo de críticas nas redes sociais.

De acordo com a estimativa da polícia Militar, cerca de 20 mil pessoas tomaram a Avenida Paulista durante o evento, que tinha como tema “Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim: respeitem-me!”, inspirado na personagem Gabriela de Jorge Amado.

A Parada também teve protestos contra a homofobia. Manifestantes exibiam cartazes e criticavam a postura da igreja diante do comportamento homossexual. Uma dessas críticas, surgiu em forma de Cristo crucificado, representado por um transexual e uma placa que dizia :”basta de Homofobia”.

homofobia

O deputado Marco Feliciano e o senador Magno Malta comentaram o protesto nas redes sociais, e afirmaram que a imagem é uma “blasfêmia” e exigiram respeito com a crença. Feliciano ainda questionou o uso de dinheiro público em um evento que incentiva o preconceito religioso.

O protesto foi feito pelo transexual Viviany Beleboni, considerado musa transex pela comunidade LGBT. De acordo com Viviany, sua intenção era chamar a atenção para o sofrimento que os LGBTs de todo o país passam todos os dias.

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES