Promessa tecnológica de segurança atrasa e Alckmin recorre à PM

Promessa na campanha de Geraldo Alckmin (PSDB), o sistema batizado como “Detecta” prometia reduzir consideravelmente o crime no Estado de São Paulo, com um banco de dados mais apurado e câmeras de segurança em pleno funcionamento em vários pontos da cidade. O prazo era até o final de 2014, mas não foi entregue.

O motivo, segundo Geraldo, seria que a tecnologia está em fase de testes, mesma informação dada quando foi questionado em Setembro do ano passado. Alckmin informou que irá recorrer à tecnologia da PM, conhecida como “Projeto Radar”, que nada mais é do que um aparelho que identifica, por meio de câmeras, placas de carros que são furtados. Em sua campanha, o “Detecta” foi divulgado como tecnologia de ponta, quando se trata de segurança.

“Detecta” custou mais de R$ 97 milhões para o governo. “Projeto Radar” quase não teve custos (número não divulgado).

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES