Conheça as novidades do WWDC15, conferência anual da Apple para desenvolvedores

A edição #26 do WWDC15, conferencia anual da Apple para desenvolvedores, aconteceu ontem no Moscone West, em San Francisco. Nela foram divulgadas diversas novidades da companhia, que você acompanha abaixo.

Após a mais rápida taxa de adoção de um sistema operacional de toda a história do computador pessoal, com o OS X Yosemite, a Apple apresenta OS X El Capitan. Mais poderoso do que nunca, com vários novos recursos, como novos comandos (gestures) com os quais podemos executar fácil e rapidamente ações como deletar uma mensagem de email, o recurso Pinned Sites, do Safari, que criou uma aba para deixar sempre disponíveis os sites que você acessa mais frequentemente, o Spotlight, que agora busca em mais lugares para resultados mais eficientes, incluindo previsão do tempo e resultados de jogos de vários esportes, a melhora visão em tela-cheia do Mail, que permite adicionar abas a uma janela de nova mensagem e o Spaces Bar, que torna, mais fácil do que nunca, criar múltiplos desktops, dando a você mais “salas” para trabalhar. Outra novidade é o recurso Split View, que posiciona automaticamente dois aplicativos lado-a-lado, usando cada pixel da tela do seu Mac. Tarefas como acessar e-mail, abrir aplicativos ou alternar entre elas, rodarão ainda mais rápidas no novo sistemas operacional da Apple. A versão beta do sistema operacional foi disponibilizada ontem para desenvolvedores e será disponibilizada em meados de julho para o público. A versão final deve ser disponibilizada a todos em Setembro.

Outra novidade é o Metal, que é uma tecnologia gráfica que dá ao aplicativos acesso quase direto ao GPU (Unidade de Processamento Gráfico), isso significa melhor performance e renderização mais rápida e eficiente. O Metal é ótimo para jogos. O game Fortnite por exemplo, com a tecnologia Metal roda ainda mais rápido e com gráficos ainda mais ricos. Os maiores nomes em games e aplicativos profissionais já estão usando o Metal para criar sues aplicativos ainda melhores.

O foco do evento então passa a ser o iOS 9, a nova versão do mais avançado sistema operacional móvel do mundo. O novo iOS veio ainda mais inteligente, com melhorias nos aplicativos que você mais utiliza e com recursos especiais em sua integração com o iPad (como o Split View, que divide a tela em 2 para você utilizar dois aplicativos ao mesmo tempo e o Picture in Picture, que permite redimensionar um vídeo para ocupar apenas parte da tela, permitindo, por exemplo, assistir um vídeo no canto da tela enquanto envia um email). A Siri, que recebe cerca de 1 bilhão (isso mesmo, você leu certo) de solicitações por semana, está 40% mais rápida e precisa. Como um grande assistente pessoal, seu dispositivo pode agora antecipar sua próxima tarefa, baseado-se em sua localização, no tempo, em que aplicativos você abriu e no que você está conectado. Plugue seu fone ou conecte ao seu carro e o iPhone irá sugerir um playlist recente ou um livro-áudio. Se você adicionar uma localidade ao seu evento, o iPhone irá sugerir quando você deve sair para não se atrasar, baseado no horário e trânsito. A busca também melhorou bastante, incluindo agenda de jogos de esportes, filmes do Netflix e informações de dentro de aplicativos. Quando você pega seu telefone pela manhã, seu dispositivo pode sugerí-lo abrir aplicativos baseado em sua rotina diária.

Seu dispositivo lhe permite criar um evento no Calendário e adicionar convidados sem nem mesmo usar o teclado, quando você começa a adicionar as pessoas, seu dispositivo sugere aquelas que você mais usualmente convida para aquele tipo de compromisso. Se você buscar por “como fazer um bolo de chocolate”, seu dispositivo pode abrir seu aplicativo de receitas favorito para adicionar a nova receita. No Spotlight, seu dispositivo irá sugerir contatos recentes, aplicativos ou lugares que você pode estar interessado. Você está no controle de seus dados. Buscas não estão associadas ao Apple ID e não são compartilhadas com terceiros.

O assunto então passa para o Apple Pay. A primeira novidade é que a ferramenta de pagamentos da Apple passa agora a trabalhar também com a bandeira Discover, o que significa que ela agora possui em seu portfólio todas as maiores operadoras de cartões. O alcance do Apple Pay aumentará ainda mais com o lançamento de um novo leitor da Square, chegando a 1 milhão de localidades nos EUA, no próximo mês (isso é 4x o número de localidades disponibilizadas no seu lançamento do produto). Ainda este mês será possível usar o seu Apple Pay diretamente no aplicativo do Pinterest e a partir do mês de Julho, além dos EUA, o Reino Unido passa também a poder utilizar o Apple Pay, que aceitará cerca de 70% dos cartões de crédito e débito disponíveis em UK (250.000 locais no Reino Unido, incluindo algumas de suas maiores marcas, estão prontas para aceitar o Apple Pay). As pessoas poderão, entre outras coisas, pagar as suas tarifas de transporte utilizando o Apple Pay em Londres. E mais, com o iOS 9 você poderá adicionar os cartões de suas lojas favoritas e os cartões de benefícios/descontos diretamente ao Apple Pay (você aproxima seu iPhone do leitor e o Apple Pay automaticamente seleciona o seu cartão de benefícios). O Passbook, onde ficam guardados os cartões, passa a ser chamado, sabiamente, de Wallet (carteira).

Outro aplicativo com novidades, é o Notes, que muitos de nós usamos para anotar de tudo e sincronizar entre nossos dispositivos Apple (eu mesmo estou criando esse post utilizando-o). O Notes foi completamente redesenhado e conta agora com interessantes recursos como o Checklist, que permite anotarmos a nossa lista de compras de supermercado, por exemplo, e irmos “ticando” aquilo que já colocamos em nosso carrinho. Outros recursos que devemos destacar são: a possibilidade de tirar fotos de dentro do aplicativo e anexá-las a notas, usar seus dedos para fazer “rabiscos” em anotações, além de poder adicionar conteúdo diretamente dos aplicativos Safari, Mapas e outros.

O aplicativo Mapas terá um novo recurso chamado Transit, que inclui rotas para transportes públicos como ônibus, trens e metrôs. Dará suporte a muitas das cidades mais visitadas do mundo, mas ainda não foi divulgado se cidades brasileiras serão incluídas no primeiro momento. O Mapas ainda encontrará restaurantes, bares, lojas e atividades que estão próximas a você.

O novo aplicativo nativo News trará notícias ao seu dispositivo baseadas em seu interesse, porém esse recurso será exclusivo para EUA, Austrália e Reino Unido a princípio, e deve demorar um pouco a chegar no nosso país.

O Apple Watch, que ainda nem deu as caras por aqui, e por enquanto só é vendido nos EUA pela internet (com entrega prevista para pelo menos um mês após a compra) já terá sua primeira atualização, o WatchOS 2. Com ele será possível adicionar imagens de seu álbum de fotos como imagem de fundo do seu relógio, o recurso Time-Lapse mostrará imagens de vários lugares do mundo tudo tiradas recentemente e ainda será possível ver informações de aplicativos de terceiros na tela do seu relógio (como o logo de sua empresa, por exemplo). O Time Travel permite visualizar eventos e temperaturas até 3 dias para frente ou para trás. Quando carregando, seu relógio vira um despertador e o botão lateral passa a ter a função de desligar o alarme. Agora você pode responder aos e-mails de seus contatos através de botões de respostas inteligentes, ditando respostas ou usando emoticons. Recursos de acompanhamento de atividades físicas também tiveram melhorias e o recurso Transit do Mapas está disponível também para o relógio.

Para finalizar a empresa introduz o novo Apple Music: “A partir de agora a experiência musical será fragmentada”. O Apple Music oferece aos fãs um único ambiente para ouvir e se conectar aos seus artistas; e aos artistas facilidades de interação com seus fãs. O novo rádio terá programação 24/7 gerada a partira de Nova York, Los Angeles e Londres para mais de 100 países. Obtenha recomendações de experts (pessoas reais que conhecem e amam música) para álbuns ou playlists que você vai adorar. Descubra novos artistas toda semana e receba playlists para quaisquer atividades e de quaisquer gêneros. O Apple Music lança também o Beats 1, programa de músicas, entrevistas, notícias e cultura. Artistas independentes também poderão utilizar o serviço para divulgar seus trabalhos para gravadoras e potenciais fãs.

Gostou das novidades? Então compartilhe com seus amigos.

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES