Tim responderá judicialmente por propaganda de acesso ilimitado ao WhatsApp

O Ministério Público já havia alertado que a propaganda da Tim, que afirma que o acesso ao WhatsApp, é inapropriada e fere o Marco Civil da Internet, além de ir contra os princípios de neutralidade da rede. Mas a empresa de telefonia manteve a campanha no ar e agora foi notificada devido à propaganda do plano.

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ) enviou notificação à TIM, pedindo para que operadora preste uma série de esclarecimentos sobre os pacotes de “WhatsApp Ilimitado”. O prazo para resposta é 10 dias úteis.

 

Redação Metropolitana

Redação Metropolitana

Redação em METROPOLITANA FM
Somos a Metropolitana com muito Yes pra você! 98.5 FM
Redação Metropolitana

Deixe seu comentário

NOVIDADES